terça-feira, 1 de abril de 2014

David Morse fala sobre ter gravado McCanick com Cory Monteith!


 “McCanick” é um energético tema que abriu os cinemas no dia 21 de Março, 2014. A estrela de olhos azuis, David Morse, como Eugene “Mack” McCanick, um detetive  na área dos narcóticos que possui segredos. A câmera da um zoom num dia ordinário da vida desse complicado homem. Acontece que é aniversário de Mack, e ele planejou um jantar com seu filho distante. Tudo muda quando Mack descobre que Simon Weeks (Cory Monteith), um “negociador” das ruas que ele prendeu anos antes, acaba de sair da prisão.  É estranho ver Monteith fazer o papel de um viciado em drogas. O filme está sendo aberto após oito meses da morte do ator. Ver ele atuando neste último papel demonstra como seu carreira cinematográfica poderia ter sido.

[..]

 Como foi ser o protagonista?

 Eu tive algumas oportunidades nas quais eu pude fazer isto antes. Você sabe, é um papel. Todos são papéis. O que é realmente bom é estar em todo o processo, como eu estive dessa vez. Desde o começo nós trabalhamos nisso juntos para destacar o personagem. O script foi escrito por Dan [Daniel Noah], que teve uma ideia do que a história foi. Então Josh [Waller] e eu conversamos sobre qual personagens nos queriamos que Cory Monteith fosse; Nós realmente contamos sobre esse homem McCaninck e como ele chegou nesse vulnerável lugar.

 Como era a sua relação com Cory Monteith? Vocês se conheciam bem?
 Nossos personagens tinham cenas bem intensas, juntos, então sim, nós tínhamos que passar muito tempo juntos. Nossos personagens tinham que mostrar vulnerabilidade.

 Ele conseguiu ver i filme antes de falecer?
 Nós acabamos de filmar e ele faleceu 6 meses depois.

 Ele conseguiu ver alguma parte do filme?
 Ele conseguiu ver a maioria, mas não o corte final. Ele viu tudo antes da edição. Ele estava bem contente consigo mesmo quando viu. Nós todos estávamos.

 Ouve qualquer sinal que ele estava depressivo ou usando drogas durante a filmagem do filme?
 Ele foi muito aberto sobre ser um viciado em drogas, muito parecido como Philip Seymour Hoffman era. Cory e eu conversamos um pouco sobre isso e também sobre como ele estava sóbrio na época. Então, não, não havia nada que indicasse que ele estava nessa de novo.

 Cory fez uma pequena participação no episódio “Thirst” (5x05) de “Smallville”.

Fonte: Cory Monteith Brasil.

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Lea Michele queria ter filhos com Cory Monteith!

Lea Michele ainda não se sente totalmente recuperada da morte do namorado.

 A atriz e cantora do seriado "Glee", Lea Michele, que ficou devastada quando seu namorado e colega de elenco foi encontrado morto em seu quarto de hotel em Vancouver, no Canadá, depois de uma overdose de drogas e álcool em julho de 2013, afirma que os dois queriam formar uma família juntos.

 Ela disse à edição mais recente da revista britânica Glamour: "nós falávamos sobre ter filhos e sobre como nós seríamos quando ficássemos mais velhos".

 A atriz de 27 anos namorou Cory, 31, por dois anos, depois de os dois terem se conhecido nas gravações da série, e diz que finalmente se sente um pouco mais recuperada depois de perder o namorado, o qual ela acha que gostaria de vê-la se apaixonar novamente.

 "É muito importante ter a certeza que estou 100% bem antes de me envolver com alguém e entrar em um relacionamento. As pessoas têm que entender que eu não posso ficar sozinha para sempre. Cory não iria querer isso", disse.

 A cantora de "Cannonball" irá lançar seu álbum de estreia, Louder no dia 17 de março, e uma das faixas, "If You Say So", representa as últimas palavras Cory disse a ela.

 A música de cortar o coração, que Lea escreveu em parceria com a cantora e compositora australiana Sia Furler, fala sobre a semana depois da trágica morte de Cory.

 A letra diz: "Foi só uma semana atrás, você disse 'eu te amo, garota'. Eu disse: 'te amo mais'. E depois de um suspiro, uma pausa, você disse: 'se você está dizendo' (if you say so...)".

 Cory fez uma pequena participação no episódio “Thirst” (5x05) de “Smallville”.

Fonte: Terra.

domingo, 13 de outubro de 2013

Pai de Cory Monteith conta que nunca disse adeus!

Após quase três meses da morte do filho, Joe Monteith, pai de Cory, conta à Revista People sobre conversas com o filho, sobre drogas e sobre seu divórcio com a mãe de Cory, Ann.

 Fãs de Glee de luto irão sintonizar na quinta-feira procurando consolo durante o episódio de tributo antecipado da série relembrando Cory Monteith. Mas um espectador não espera do programa um encerramento. Joe Monteith, o pai distante de Cory, conta à “PEOPLE” em entrevista exclusiva que ele acorda de coração partido todas as manhãs, sentindo falta de seu filho e desejando poder ter dito adeus. “Está rasgando minhas entranhas e me despedaçando,” o Monteith mais velho, 63, diz em lágrimas.

  

 Joe Monteith (que forneceu fotos de família à “PEOPLE”) tinha pouco contato com seu filho na maior parte de sua vida, o resultado de um amargo divórcio com a mãe de Cory, Ann McGregor, em 1989.

O afastamento deles significou que, quando Cory morreu em julho, de uma combinação letal de álcool e heroína, seu pai foi proibido de ver o corpo antes de ser cremado.

 A última vez em que Joe encontrou com Cory em pessoa foi há dois anos — depois de não se verem por 11 anos. Ele diz que eles falaram sobre Glee, a namorada de Cory dentro e fora das telas, Lea Michele, e as lutas passadas de Cory com o vício em drogas.

 Então, eles saíram para uma conversa de coração, com Joe dando a ele seu lado do divórcio. Ele foi, de repente, atingido por ele saber tão pouco do filho; pela primeira vez, ele viu Cory fumar cigarros.

 Joe contou a Cory que, quando seu trabalho o fez mudar para o outro lado do Canadá, ele podia visitar a família por apenas seis meses.

 

  McGregor não queria se mudar com a família para onde ele estava, e dois anos depois, ela pediu o divórcio, ele disse ao seu filho. Pelos 17 anos seguintes, Joe alegou, sua esposa o manteve distante de Cory e de seu irmão mais velho, Shaun.

 “Um ano, ela até mandou de volta os presentes de Natal que eu mandei para os meninos,” Joe Monteith diz. (McGregor não retornou nossas ligações procurando um comentário).

 Joe citou seu filho dizendo: “Pai, eu não sabia disso”.

 Joe recorda: “Eu acho que ele ficou um pouco chocado com isso. Eu disse: ‘Filho, você é um homem agora, você tem que saber a outra metade da história’.”.

 A esposa atual de Joe, Yvette Monteith, 64, que conheceu Joe durante os procedimentos do divórcio, diz que se lembra dos presentes sendo devolvidos de 1991. “Os presentes da mãe do Joe também foram mandados de volta, e no ano seguinte, (McGregor) disse que não queria que nós mandássemos nada,” Yvette recorda.

 Ela adicionou que, mais ou menos sete anos atrás, Cory ligou algumas vezes para falar com seu pai, que estava, na época, aposentado do exército e dirigindo um caminhão. Ela disse que Cory falou: “Eu só quero saber se o meu pai me ama”. Yvette que, quando ela o perguntou, há alguns anos, sobre o incidente e se ele estava drogado na época, Cory disse que não conseguia se lembrar das conversas.

 Na época, Cory tinha 29 anos e tinha passado por uma experiência de vida difíl — tendo ido ao “código azul”* uma década antes por conta de uma reação ruim de uma droga, Monteith lembrou.

 “Ele teve a chance de seu coração o trazer de volta, e lhe disseram naquela época para não usar drogas de qualquer tipo, porque ele teve sua chance,” relembra Joe.

 Durante a pausa para fumar, ele diz, Cory prometeu que estava livre das drogas. “Ele disse: ‘Eu nunca mais vou lá. Eu estou me aproveitando.’”.

 Tragicamente, não foi isso que aconteceu.

 “Eu perdi o meu filho,” diz Joe. “Ele deveria ter sabido não tocar aquela droga de novo.”

 Monteith diz que ele está nervoso em assistir ao tributo de Glee, e ele espera que o programa não perca uma oportunidade importante para mostrar os perigos do uso de drogas.

 “Eu não vi nenhum pai perder um filho pela heroína,” Monteith diz.

*código azul: emergência médica em que a equipe de médicos tenta reviver um paciente com parada cardíaca.

 Cory fez uma pequena participação no episódio “Thirst” (5x05) de “Smallville”.

Fonte: Gleek Brasil.
Tradução: Carol Soares.

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Trailer de “Bitten” – 1ª Temporada!


 Anunciada em agosto de 2012, a série “Bitten”, estrelada por Laura Vandervoort (“Smallville”), é uma produção do canal Space canadense, com previsão de estreia para 2014.

 A história que acompanha as aventuras de uma mulher lobo, teve o seu primeiro trailer divulgado. Assista abaixo:


 Adaptada por Daegan Fryklind (“Being Erica”, “The Listener”) da obra de Kelley Armstrong, “Women of the Otherworld”, a série apresenta Elena Michaels (Vandervoort), uma fotógrafa. Quando era mais jovem, Elena foi mordida por um lobisomen. A partir daí, ela passa a se transformar em mulher lobo. Para conseguir sobreviver, Elena se une a grupo formado por outros como ela.

 Mas o sonho de Elena é viver uma vida normal. Assim, aos 28 anos de idade, ela se muda para Toronto onde divide um apartamento com o arquiteto Clayton (Greyston Holt, de “Durhan County”). Trabalhando para Phillip McAdams (Paul Greene), que se torna seu melhor amigo, ela mantém em segredo sua condição.

 No entanto, sua vida está longe de ser tranquila. Além de ser perseguida pelo lobisomem que a transformou em uma mulher lobo, Elena precisa ajudar outros de sua espécie a sobreviverem. Assim, quando Stonehaven, o santuário que abriga lobisomens é atacado, ela precisa agir rapidamente para defender sua ‘família’, liderada por Jeremy Danvers (Greg Bryk, de “XIII: The Series”), padrasto de Clayton.

 No elenco também estão Steve Lund como Nick Sorrentino; Michael Xavier, como Logan Jonsen; Ganelle Williams (“Warehouse 13”), como Rachel; Michael Luckett, como Daniel Santos; e Natalie Brown, como Diane McAdams; entre outros atores.

 A primeira temporada tem treze episódios produzidos pela Entertainment One, Hoodwink Entertainment, No Equal Entertainment e Revival 629, com distribuição da eOne.

Fonte: Nova Temporada.

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

“Bitten” — Série de lobisomens com Supergirl de “Smallville” ganha pôster!

Foi divulgado o primeiro pôster de “Bitten”, série de lobisomens do canal canadense Space que tem Laura Vandervoort, a Supergirl de “Smallville” como protagonista. “Quem tem medo da loira lobo?”, pergunta a arte; veja mais abaixo:


 Na atração sobrenatural, Vandervoort vive a órfã Elena Michaels, que é mordida por um animal e se transforma na primeira mulher lobo. Tentando manter uma vida normal, anos depois ela se torna fotógrafa em Toronto e se apaixona. Mas seu “animal interior” volta à tona quando o Stonehaven, santuário que abriga lobisomens, é atacado e Elena deve lutar para proteger sua família.

 A série é baseada no aclamado romance “Women of the Otherworld”, de Kelley Armstrong, e foi adaptada para a TV por Daegan Fryklind (“Being Erica”, “The Listener”).

 “Bitten” terá 13 episódios em sua primeira temporada, que estreia em 2014 no Space e no Syfy americano.

Fonte: Séries News.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

“Ação de Graças em Família” – Filme com Gina Holden na FOX!

 Nesta manhã de quarta-feira, o canal a cabo FOX irá exibir o filme “Ação de Graças em Família” (“A Family Thanksgiving”), que tem a atriz Gina Holden no elenco.

 Confira abaixo algumas informações sobre o filme:

Título em português: Ação de Graças em Família.
Título original: A Family Thanksgiving.
Data: Quarta - 21 de Agosto.
Início: 05h05.
• Término: 06h36.
Gênero: Drama.
Direção:  Neill Fearnley.
País:  EUA.
Ano: 2010.
Duração:  90 min.
Classificação:  Programa livre.
• Elenco: Daphne Zuniga, Faye Dunaway, Gina Holden, Kennedi Clements, Jakob Davies, Lauren Cochrane, Nicolai Guistra, Charles Doe.

Sinopse: Claudia é uma advogada bem sucedida que está trabalhando duro para se tornar a primeira sócia de um grande escritório. Ela deveria ser feliz, porém sua vida pessoal não vai bem.

• Trailer:

• Fotos:
   


• Datas de exibições:



  Lembrando que Gina Holden participou do episódio “Traveler” (7.14) de “Smallville”, interpretando a personagem Patricia Swann.

domingo, 21 de julho de 2013

Reportagem do Fantástico sobre o ator Cory Monteith:

 Combinação de álcool e heroína pôs fim à carreira do ator canadense, de acordo com o laudo preliminar da autópsia divulgado nesta semana.

 Assista a matéria que foi ao ar pelo programa Fantástico:


 Cory fez uma pequena participação no episódio "Thirst" (5x05) de "Smallville".

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Cory Monteith morreu vítima de overdose de álcool e heroína!

Homenagem a Cory Monteith junto ao hotel onde o ator foi encontrado morto.

 Cory Monteith, o protagonista da série "Glee", morreu de uma overdose de álcool e heroína. Relatório do médico legista, revelado esta quarta-feira, exclui hipótese de suicídio ou de crime.

 O Instituto de Medicina Legal (IML) da Colúmbia Britânica, no Canadá, divulgou os resultados da autópsia ao corpo de Cory Monteith, de 31 anos, que foi encontrado, sábado passado, morto num quarto de hotel, em Vancouver.

 "Cory Monteith foi vítima de uma mistura de álcool e heroína", disse um porta-voz do IML local, sustentando que não há indícios de suicídio.

 "Não há absolutamente nada, prova alguma, neste momento, que sugira que não se tratou de nada mais que um triste e trágico acidente", disse Barb McLintock, porta-voz do IML da Colúmbia Britânica.

 A Polícia local disse que as provas sustentam que o ator estava sozinho no quarto quando morreu, excluíndo a hipótese de crime.

 "Foram encontradas evidências no quarto consistentes com uma overdose de drogas", afirmou um porta-voz da Polícia de Vancouver, Brian Montague.

 Representantes da namorada do ator, a atriz e co-protagonista da série Glee, Lea Michele, emitiram um comunicado, terça-feira, a agradecer o apoio dos fãs.

 "Desde que Cory faleceu, Lea está a sofrer ao lado da família dele e a tratar dos procedimentos adequados", lê-se no comunicado. "Estão a apoiar-se mutuamente, enquanto enfrentam esta profunda perda em conjunto", acrescenta.

 Os problemas de Cory Monteith com as drogas remontam à adolescência do ator, que aos 19 anos fez uma desintoxicação numa clínica especializada.

 Em abril passado, o protagonista de "Glee" entrou voluntariamente numa clínica para fazer um novo tratamento.

 Cory fez uma pequena participação no episódio “Thirst” (5x05) de “Smallville”.

Fonte: JN Live.

quarta-feira, 8 de maio de 2013

“A Névoa” – Filme com Tom Welling na Globo!

Nesta madrugada, o canal aberto Rede Globo irá exibir o filme “A Névoa” (“The Fog”), estrelado pelo ator Tom Welling.

 Confira abaixo algumas informações sobre o filme:

Título em português: A Névoa.
Título original: The Fog.
Data: Quarta - 8 de maio.
Início: 3:00hs.
Gênero: Terror.
Direção: Rupert Wainwright.
País:  EUA.
Ano: 2005.
Duração: 100 min.
Classificação: 14 anos.
• Elenco: Tom Welling, Maggie Grace, Selma Blair, DeRay Davis, Kenneth Welsh, Mary Black, Adrian Hough, Sara Botsford, Cole Heppell, Jonathon Young, Matthew Currie Holmes, Sonja Bennett.

Sinopse: Há 100 anos atrás, na névoa densa da costa rochosa da California, um terrível naufrágio aconteceu em circunstâncias misteriosas. Agora, encobertos pela escuridão e pela névoa, os fantasmas dos marinheiros desaparecidos retornam de suas tumbas submersas para iniciar sua vingança.

• Fotos:
 

  

• Trailer:


Fonte: Hagah.

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Faça parte do vídeo de Aniversário de Tom Welling!


Olá galera, tudo bem?

26 de abril é o aniversário do nosso querido Tom Welling (Eterno Clark Kent). E para celebrar este dia nós Equipe Tom Welling Brasil, iremos tentar colocar a tag #HappyBdaytomwelling em um trend no twitter!

Além disso, a Equipe Tom Welling Brasil fará um vídeo com fotos enviadas por fãs. Para participar é fácil, você deve tirar uma foto com uma plaquinha escrita "HappyBdaytomwelling" e enviar a foto para: tomwellingbr@yahoo.com

Contamos com a colaboração de todos. O Vídeo com as fotos dos fãs será divulgado dia 26 de abril no nosso facebook.

Qualquer dúvida estaremos respondendo na nossa pagina no facebook, para acessar a pagina clique aqui.

Agradecemos a Naty Zanini pelo espaço para divulgar nosso projeto aqui no Smalloko.

Att.

Bruna.